Energia maremotriz

Usar meios naturais para produzir energia de forma que ela seja inesgotável é um dos grandes desafios do homem há anos. Desde a antiguidade, a humanidade sempre desenvolveu técnicas para utilizar os meios naturais como forma de produção de energia, mas nenhum deles é 100%. Mas a energia maremotriz é a que chega mais perto.

Para muitos, essa forma de produção de energia pode ser novidade. Outros talvez nunca tenham escutado falar. Pois bem, a energia maremotriz é a energia produzida pelo movimento das ondas da marés.

História

Na verdade, a energia maremotriz não é novidade. A primeira usina construída de forma a gerar eletricidade foi na França, ainda em 1963.

Como funciona

O sistema utilizado é bem parecido ao de uma usina hidrelétrica. São construídas barragens próximas ao mar e os diques são responsáveis pela captação de água durante a alta da maré. Durante a baixa da maré a água é armazenada e, logo após é liberada passando por uma turbina que gera energia elétrica.

Essas usinas convertem a energia cinética gerada pelo movimento da água em eletricidade. Os sistemas termais oceânicos exploram o calor solar absorvido por águas marítimas para gerar energia limpa. Em teoria, esses recursos renováveis à base das ondas dos oceanos podem corresponder às exigências de energia do mundo, mesmo considerando que o consumo mundial simplesmente dobra a cada dez anos, mas essa tecnologia ainda é pouca desenvolvida.


Vantagens e desvantagens

O lado bom da energia maremotriz é que produzir energia por meio das marés é uma forma limpa e renovável de produção. Além disso, é uma boa alternativa para países que não podem gerar energia elétrica através de outras formas. Já o lado ruim é que são poucas localidades que apresentam as características necessárias para a produção desse tipo de energia.

As vantagens
·     
  •   A constância e previsibilidade da ocorrência das marés;          
  • ·       O fato de as marés serem uma fonte inesgotável de energia;
  • ·       A sua fiabilidade (segurança);
  • ·       O fato de ser uma fonte de energia não poluente.


Desvantagens
·      
  • Os custos de instalação ainda são altos;
  • ·       Impossibilita a navegação;
  • ·       São necessárias amplitudes de marés superiores a 7 metros de altura para que este tipo de energia seja rentável;
  • ·       A construção da usina pode acarretar impactos ambientais;


Mesmo com impactos ambientais relacionados à fauna e à flora, esses impactos são bem inferiores quando comparados aos causados pelas usinas hidrelétricas instaladas em rios. Por isso, ainda assim se torna uma fonte de energia mais interessante que a própria hidrelétrica, térmelétrica. Nesse caso a energia solar é muito melhor que a maremotriz.

O brasil, apesar de ter um grande potencial para a produção de energia maremotriz no Maranhão, ainda não tem uma usina, o que é uma grande perda para os avanços do sistema elétrico nacional. Afinal de contas, poderia resolver grande parte dos problemas relacionados a escassez de água nas usinas hidrelétricas.



0 comentários:

Postar um comentário